Brasil queimou mais de 185 milhões de hectares de biomas em 38 anos

Em 38 anos, entre 1985 e 2022, o Brasil queimou mais de 185 milhões de hectares, uma extensão que representa a soma de toda a área da Colômbia e do Chile, ou 21,8 por cento do território nacional. Os dados são do MapBiomas Fogo. 

Usando imagens geradas por três satélites Landsat, foi rastreada a ação do fogo. De acordo com os resultados, o Cerrado e a Amazônia foram os biomas mais atingidos, correspondendo a cerca de 86% da área queimada. 

O Cerrado queimou em média 7,9 milhões de hectares/ano, uma área equivalente ao território da Escócia, a cada ano. No caso da Amazônia, a média foi de 6,8 milhões de hectares/ano.

Quando analisadas as proporções das áreas atingidas dentro dos biomas, o Pantanal foi mais afetado: teve 51% de seu território consumido pelo fogo naquele período. Mato Grosso foi o estado que apresentou maior ocorrência de fogo no período analisado, seguido por Pará e Maranhão. Já os municípios que mais queimaram no país foram Corumbá, no Mato Grosso do Sul, São Félix do Xingu no Pará e Formosa do Rio Preto, na Bahia.

Os números mostram que a frequência e a intensidade do fogo têm aumentado nos últimos anos, por causa do desmatamento e das mudanças climáticas, que afetam as temperaturas e intensificam os períodos de seca. 

Os dados completos do mapeamento podem ser acessados gratuitamente na plataforma mapbiomas.org .  O Mapbiomas é uma organização que une universidades, ONGs e empresas de tecnologia. 

Meio Ambiente O número representa a soma de toda a área da Colômbia e do Chile Brasília 26/04/2023 – 09:30 Leila Santos / Beatriz Albuquerque Ana Lúcia Caldas – repórter da Rádio Nacional Queimadas Desmatamento Incêndio Florestal quarta-feira, 26 Abril, 2023 – 09:30 129:00

Fonte: Agência Brasil 

Deixe seu comentário
24.3 C
Belém
- Publicidade -spot_img

Últimas notícias