Existem comandos secretos para o ChatGPT melhorar sua vida

O colunista de tecnologia do The New York Times, Brian Chen, listou os principais comandos secretos para desbloquear todo o potencial do ChatGPT. Segundo ele, esses comandos vão ajudar a IA (inteligência artificial) a melhorar muitas partes da sua vida.

Leia mais:

Ele chegou! OpenAI anuncia app do ChatGPT em mais 40 países, incluindo o BrasilAprenda a usar o ChatGPT: 10 dicas valiosas para criar perguntas precisasChatGPT e IA: o que os chatbots sabem sobre nós e com quem compartilham dados?

Essas dicas vem após o colunista conversar com colegas que explicaram o funcionamento interno da IA. Eles falaram não só sobre o ChatGPT, mas também chatbots como o Bing da Microsoft e o Bard do Google.

Comandos secretos para o ChatGPT

Embora o ChatGPT pareça simples de usar – afinal, é só digitar algo que ele te responde — fazer perguntas da maneira errada produzirá respostas genéricas, inúteis e, às vezes, totalmente incorretas.

Acontece que, segundo o colunista do jornal, é uma arte digitar as palavras precisas e para gerar as respostas mais úteis. Por isso, ele chamou os comandos a seguir de “dicas de ouro”.

(Imagem: Rmedia7/Shutterstock)

Segundo Chen, as pessoas que estão aproveitando ao máximo o chatbot da OpenAI têm usado variantes dessas estratégias:

“Aja como se…”

Iniciar seu prompt (comando) com essas palavras mágicas instruirá o bot a imitar um especialista. Por exemplo, digitar: “Aja como se você fosse um professor de cursinho” ou “Aja como se você fosse um personal trainer” orientará o chatbot a se moldar em torno das pessoas nessas profissões.

Esses prompts fornecem contexto adicional para a IA gerar sua resposta. Na verdade, a IA não entende o que significa ser um professor de cursinho ou um personal trainer. Em vez disso, o prompt está ajudando a IA a basear-se em padrões estatísticos específicos em seus dados de treinamento.

Um comando fraco sem orientação gerará resultados menos úteis. Se tudo o que você digitar for “O que devo comer esta semana?” o chatbot apresentará uma lista genérica de refeições para uma dieta equilibrada.

“Diga-me o que mais você precisa para fazer isso”

Para obter resultados mais personalizados – por exemplo, conselhos de saúde para seu tipo de corpo específico ou condições médicas – convide o ChatGPT para solicitar mais informações.

No exemplo do personal trainer, um prompt pode ser: “Aja como se você fosse meu personal trainer. Crie um regime de treino semanal e um plano de refeições para mim. Diga-me o que mais você precisa para fazer isso”.

(Imagem: Adobe Stock)

Assim, o chatbot pode solicitar sua idade, altura, peso, restrições alimentares e metas de saúde para adaptar um plano de refeições e uma rotina de exercícios para você durante uma semana.

Se você não obtiver boas respostas em sua primeira tentativa, não desista imediatamente. Melhor ainda, nas palavras de Ethan Mollick, professor da Universidade da Pensilvânia: trate o bot como se fosse um estagiário humano: “Quando ele cometer um erro, aponte e peça para ele fazer melhor”.

Seja indulgente e paciente. Dessa forma, você provavelmente vai obter resultados melhores no chatbot da OpenAI.

Mantenha as conversas

Depois de entender os comandos, você pode tornar seu chatbot mais útil ao longo do tempo. A chave aqui é evitar tratar seu chatbot como uma pesquisa na web e começar com uma nova consulta a cada vez. Em vez disso, mantenha vários tópicos de conversas abertos e alimente-os ao longo do tempo.

Natalie Choprasert, empresária que presta consultoria para empresas da Austrália sobre como usar a IA, usa o ChatGPT como coach de negócios e assistente executiva. E ela mantém conversas separadas lado a lado para cada uma dessas funções.

(Imagem: Patrickx007/Shutterstock)

Para o segmento de coach de negócios, ela compartilha informações sobre sua experiência profissional, bem como os objetivos e problemas da empresa. Para o segmento de assistente executivo, ela compartilha informações de agendamento, como os clientes com os quais agendou reuniões.

Ele se desenvolve e treina adequadamente, então, quando eu fizer uma pergunta mais tarde, estará no contexto certo e me dará respostas próximas do que estou procurando.

Natalie Choprasert, empresária que presta consultoria para empresas da Austrália sobre como usar a IA

Além disso, a empresária compartilhou um comando bônus de ouro que treinou seus assistentes para serem mais úteis: aplique uma estrutura.

Recentemente, ela leu “Clockwork”, um livro sobre como abrir um negócio. Quando ela pediu ao ChatGPT-coach-de-negócios para oferecer conselhos usando a estrutura de “Clockwork”, ela ficou encantada ao ver que poderia incorporar os princípios do livro em um plano de ação para expandir sua empresa.

Avisos aos navegantes

(magem: Fabio Principe/Shutterstock

Se você está preocupado com a privacidade, deixe de fora detalhes pessoais como seu nome e onde você trabalha. As empresas de tecnologia dizem que seus dados são usados ​​para treinar seus sistemas, o que significa que outras pessoas podem ver suas informações.

Não compartilhe dados confidenciais. Seu empregador pode ter diretrizes ou restrições específicas. Mas, em geral, inserir segredos comerciais ou informações confidenciais é uma péssima ideia.

Por fim, fique atento às “alucinações” do ChatGPT. É que os chatbots são movidos por uma tecnologia chamada LLM (Modelo Grande de Linguagem), que obtém suas habilidades analisando enormes quantidades de texto digital selecionado da Internet.

Muitas coisas na web estão erradas e os chatbots podem repetir essas inverdades. Às vezes, ao tentar prever padrões de seus vastos dados de treinamento, eles podem inventar coisas.

Com informações de The New York Times

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Existem comandos secretos para o ChatGPT melhorar sua vida apareceu primeiro em Olhar Digital.

Fonte: Olhar Digital 

Deixe seu comentário
27 C
Belém
- Publicidade -spot_img

Últimas notícias