Zagueiro brasileiro do Valência nega insultos racistas a Vinícius Júnior na Espanha

O zagueiro brasileiro Gabriel Paulista, que defende o Valencia, refutou as alegações de que a torcida de sua equipe tenha proferido insultos racistas direcionados a Vinicius Junior, mesmo diante de diversos vídeos que mostram o ocorrido.

VEJA MAIS

[[(standard.Article) ‘Vamos para cima das autoridades’, diz ministra Anielle Franco sobre caso de racismo contra Vini Jr.]]

[[(standard.Article) Dublador reproduz diálogo do momento em que Vini Jr confronta torcedor autor de insultos racistas]]

[[(standard.Article) Vinicius Junior responde à pergunta de repórter após caso de racismo: ‘você é burro?’]]

Em suas declarações, Gabriel Paulista esclareceu a situação: “Chamar alguém de ‘tonto’ é muito diferente de chamá-lo de ‘mono’! E se alguém foi racista, deve pagar por isso. Minha postagem foi em comemoração à vitória e hoje a torcida foi fundamental para nos tirar da zona de rebaixamento. Aqueles que entendem de futebol e o vivenciam sabem do que estou falando. Um abraço a todos”, escreveu o jogador nos comentários de uma publicação feita em uma conta do Instagram voltada para os fãs de futebol.

Vale ressaltar que Gabriel Paulista não participou da partida de ontem, mas esteve presente no confronto entre as equipes no primeiro turno do Campeonato Espanhol. No entanto, o zagueiro de 32 anos foi expulso durante o segundo tempo após acertar um pontapé em Vinicius Junior.

Fonte: Esporte – OLiberal.com 

Deixe seu comentário
26 C
Belém
- Publicidade -spot_img

Últimas notícias